Quando você ensina, transmite. Quando você educa, disciplina. Mas quando evangeliza, salva. A. R.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Meimei


 
                                                                
  • O movimento de evangelização da infância e juventude está presente desde os primeiros tempos do cristianismo em nosso Planeta. Nossa irmã, naquela época conhecida com BLANDINA, foi uma das primeiras evangelizadoras da infância ao lado de valorosos seguidores do Cristo.
(vide obra: Ignácio de Antioquia de Theophorus, psicografada por geraldo Lemos Neto, ed. Vinha de Luz).

 Irma de Castro, hoje conhecida sob o cognome de Meimei ("Meimei", expressão chinesa que significa "Amor puro", foi-lhe dado carinhosamente pelo esposo Arnaldo Rocha.).
Viveu de 22 de outubro de 1922 à 1 de outubro de 1946.
Nasceu em Mateus Leme e faleceu em Belo Horizonte, vítima de nefrite crônica.

Faz parte, na Pátria Espiritual, da equipe que coordena os trabalhos de Evangelização da Infância e Juventude.

Autora espiritual de vários livros psicografados por Francisco Cândido Xavier "Pai Nosso", "Amizade", "Palavras do Coração", "Cartilha do Bem", "Evangelho em Casa", "Deus Aguarda", dentre outros.

Espírito amoroso e culto, que tem se dedicado à assistência da infância.  
destacava-se por sua beleza física e espiritual, bem como pela inteligência e meiguice. casou-se com Arnaldo Rocha, aos 22 anos e embora tivesse o desejo de ser mãe, isso não lhe foi possível por causa da doença.

O esposo bastante abatido, procurou a Chico Xavier, e este, que morava na cidade de Pedro Leopoldo, recebeu uma mensagem dela em que se assinava Meimei. Fato que todos ignoravam, já que este nome carinhoso só era do conhecimento do casal. Arnaldo tornou-se então um colaborador do Chico e fundou o Centro Espírita Meimei.
fonte desconhecida

                                          
         Dedicatoria de Emmauel ao "Livro Pai Nosso" de  Meimei. 

Meimei não é somente valorosa missionária do bem e da luz, em nosso circulo de ação, mas também devotada orientadora de crianças e que se desvela, no mundo espiritual, pela formação da mente infantil `claridade do Evangelho redentor.
Colocando a sensibilidade a serviço da inteligência, em seu formoso ideal de servir, tomou a prece dominical e, com ela, compoôs o delicado poema de comentários e contos, lendas e observações que vamos ler, recordando as lições inesquecíveis do nosso Divino Mestre.
Para todas as situações difíceis e par todos os problemas da luta humana encontrou na oração do Senhor um ensino e um solução, um apontamento e uma bênção, oferecendo-os às crianças, nestas páginas que constituem fragmentos luminosos do seu coracão, em forma de letras.
Que Deus lhe multiplique as energias, na plantação do bem, e que os raios de amor da sua abençoada maternidade espiritual se irradiem, com  crescentes fulgurações, por toda a parte, em favor dos pequeninos, são os nossos votos.
                                                                          Emmanuel
Pedro Leopoldo,12 de junho de 1952.                                      


meimei
HISTORIA EM VERSOS

Quero ver você adivinhar
Sobre quem irei falar
Trata-se de um Espirito de Luz
Que trabalha com crianças e as conduz


Em Mateus Leme (MG) pequena cidade
Reencarna uma menina de muita simplicidade
22 de outubro de 1922 foi o dia especial
Veio ao mundo esse Espirito de bondade sem igual

Uma criança bonita e de muita alegria
Mas, com problemas nas amídalas sempre sofria
Seus estudos para professora muito triste abandonou
Pois, a doença com o passar do tempo, só se agravou

Na adolescência com sua irmã foi morar
E em Belo Horizonte queriam a vida melhorar
Sempre meiga e de muita bondade
Conseguiu logo, conquistar amizade
  
Entre as amizades conheceu Arnaldo Rocha
Com quem um grande amor desabrocha
Foi uma amizade muito especial
Onde em 1944, tornou-se matrimonial

Era um casal feliz e gostavam muito de ler
Foi de um livro que um apelido carinhoso ela passou a ter
A noiva bem amada
Era o que esse apelido significava

De muito sofrer, suas amidalas ela operou
Depois da cirurgia a doença se agravou
Desenvolveu nefrite crônica, perdeu a visão
E teve problemas sérios de pressão

Passou a ter visões da avó já desencarnada
Seu esposo, ateu, claro, não acreditava
A avó dizia que juntas viveriam no plano espiritual
E Arnaldo achava, sua noiva ter problema mental

Em 1º de outubro de 1946 ela desencarnou
Arnaldo Rocha muito triste ficou
Andando pela rua, cabeça baixa e desconsolado
Encontra Chico Xavier, um homem espiritualizado

Desse momento inicia-se uma grande amizade
Arnaldo começa a acreditar na espiritualidade
Sua amada várias mensagens lhe mandou
E ele com todo carinho, as guardou

Então, descobriu sobre quem estou falando?
Não esquece, é um espirito que com crianças está trabalhando
O nome dela? ?? lhe contarei...
Irmã de Castro ou simplesmente MEIMEI

E assim a história em versos vou terminando
Com a certeza que MEIMEI está nos auxiliando
Sempre com bondade, carinho e muito amorosa
Deixando por onde passa, o doce perfume de uma rosa.


Fonte: http://br.groups.yahoo.com/group/grupodeapoioaevangelizacao/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua mensagem. Será publicada após aprovação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...