Aguardando seu contato

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Jesus Cristo.

Sempre nós ouvimos falar em Jesus. Vamos hoje saber quem foi ele e o que fez em nosso benefício.
Jesus ajudava seu pai José na carpintaria.

Jesus nasceu em Belém, uma cidade da Palestina, e seu nascimento é comemorado todos os anos na noite de Natal.

Filho de José e Maria. Seus pais eram pobres e Jesus passou a sua mocidade ajudando-os no sustento do
lar, trabalhando de carpinteiro com seu pai que tinha uma pequena oficina.

Desde cedo demonstrou possuir uma brilhante inteligência e ainda menino discutia com os mais velhos a lei religiosa de seu tempo.

Quando completou trinta anos, idade em que podia falar livremente começou a ensinar aos povos a sua doutrina.
 "Todas estas coisas falou Jesus às multidões por parábolas, e sem parábolas nada lhes falava; para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta: Abrirei em parábolas a minha boca; publicarei coisas ocultas desde a fundação do Mundo. Mateus 13.34"
Ensinou que nosso principal objetivo deve ser trabalhar para a conquista do reino de Deus e que a humildade e a caridade são as virtudes que nos conduzirão a esse reino.


Combateu os preconceitos, as rivalidades de raça, os hipócritas, os vaidosos, os orgulhosos, os avarentos, os malvados e os egoístas.

Amou os bons, animou os fracos, amparou os pobres, consolou os aflitos e ensinou os pecadores a se regenerarem.

Afirmou que se não perdoarmos não poderemos ser perdoados.

Disse-nos que só seremos completamente felizes quando soubermos perdoar e amar o nosso próximo.

Resumiu sua doutrina nos mandamentos: - AMAI-VOS UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMEI E NÃO FAÇAIS AOS OUTROS, O QUE NÃO QUEREIS QUE OS OUTROS VOS FAÇAM.

Como todos os grandes e generosos espíritos que vieram a este mundo para esclarecer a humanidade, Jesus também teve os seus inimigos.

Foi cruelmente perseguido e condenado à morte. Antes de desencarnar, o último exemplo que nos deu foi pedir ao Pai misericordioso que perdoasse os seus perseguidores como ele os perdoava.

Os ensinamentos de Jesus estão contidos nos Evangelhos escritos por seus discípulos.

Jesus foi o espírito mais puro e luminoso que se encarnou na Terra. Tornou-se perfeito primeiro do que nós e por isso devemos considerá-lo como nosso irmão mais velho. Deus lhe confiou a direção da Terra e a de todos os espíritos que aqui se encarnam.

O espírito esclarecido de Jesus guia a humanidade no caminho do progresso e da perfeição; por isso é só a Jesus que devemos chamar de MESTRE.

                                                     ATIVIDADE I 
                                          Fonte :  52 lições de catecismo espírita de Eliseu Rigonatti

JESUS ENSINOU A  SEUS DISCÍPULOS A ORAÇÃO DO PAI NOSSO.

  

Em Mateus 6:9-13 e Lucas 11:2-4. Mateus 6:9-13 diz: “Portanto, vós orareis assim:
Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu; O pão nosso de cada dia nos dá hoje; E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores; E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém.” 
Esta prece indica os nossos deveres para com Deus, para conosco e para com nosso próximo. Vamos estudá-la:

 PAI NOSSO QUE ESTÁS NOS CÉUS, SANTIFICADO SEJA O TEU NOME.
É nosso ato de adorar o Pai cuja presença enche o Universo inteiro e cujo nome é santo e merecedor de todo o nosso respeito. Por isso não devemos pronunciar tão sagrado nome a todos os momentos e por qualquer motivo.

 VENHA A NÓS O TEU REINO.
É um pedido que fazemos ao Senhor para que a Terra se transforme em um mundo de paz e de felicidades.

 SEJA FEITA TUA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NOS CÉUS.
Deus sabe o que mais convém a cada um de seus filhos. Curvemos-nos, pois, à sua vontade como filhos obedientes que devemos ser.

O PÃO NOSSO DE CADA DIA DÁ-NOS HOJE.
Deus é quem nos pode dar o que necessitamos.
A Ele pedimos o nosso alimento. Pedimos o pão material que alimenta o nosso corpo e o ganhamos pelo nosso trabalho honesto; e pedimos o pão espiritual que alimenta o nosso espírito e o ganhamos com a nossa obediência às leis divinas.

PERDOA AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS OS NOSSOS OFENSORES.
Se nós não perdoamos os que nos ofenderem não poderemos merecer o perdão de Deus. Logo, para merecermos o perdão de Deus é preciso que perdoemos o mal que os outros nos fizerem.

NÃO NOS DEIXES CAIR EM TENTAÇÃO E LIVRA-NOS DO MAL.
Por essas palavras nós pedimos a Deus que fortifique o nosso ânimo para que possamos resistir aos maus conselhos e não permita que pratiquemos o mal.

 ASSIM SEJA.
Queremos dizer que tudo seja feito segundo o nosso merecimento aos olhos de Deus.

TEXTOS DE APOIO A PRECE PAI NOSSO.
Pai Nosso que está no Céu...
Santificado seja o Teu Nome...
Seja feita a Sua vontade, assim na Terra como no Céu...
O pão nosso de cada dia dá-nos hoje...
Não nos deixe cair em tentação...
Livrai-nos de todo o mal, material e espiritual...Assim seja.

                                             
RETRATO DE JESUS.
Em Roma, no arquivo do Duque de Cesadini, foi encontrada uma carta de Públio Lêntulus, Legado na Galileia, do Imperador Romano Tibério César. Eis a carta que é um retrato fiel de Jesus:

“Existe nos nossos tempos um homem, o qual vive atualmente de grandes virtudes, chamado Jesus, que pelo povo é inculcado profeta da verdade e os seus discípulos dizem que é filho de Deus, criador do Céu e da Terra e de todas as coisas que nela se acham e que nela tenham estado; em verdade, cada dia se ouvem coisas maravilhosas desse Jesus; ressuscita os mortos, cura os enfermos em uma só palavra; é um homem de justa estatura e é muito belo no aspecto. 
Há tanta majestade no rosto, que aqueles que o vêem são forçados a amá-lo ou temê-lo. Tem os cabelos da cor da amêndoa bem madura, distendidos até as orelhas e das orelhas até as espáduas, são da cor da terra, porém mais reluzentes. 
Tem no meio da sua fronte uma linha separando os cabelos, na forma em uso nos nazarenos; o seu rosto é cheio, o aspecto é muito sereno, nenhuma ruga ou manchas se vê em sua face de uma cor moderada; o nariz e a boca são irrepreensíveis. 
A barba é espessa, mas semelhante aos cabelos, não muito longa, mas separada pelo meio, seu olhar é muito especioso e grave; tem os olhos graciosos e claros; o que surpreende é que resplandecem no seu rosto como os raios do sol, porém ninguém pode olhar fixo o seu semblante, porque quando resplende, apavora, e quando ameniza faz chorar; faz-se amar e é alegre com gravidade. 
Diz-se que nunca ninguém o viu rir, mas, antes chorar. Tem os braços e as mãos muito belos; na palestra contenta muito, mas o faz raramente e, quando dele alguém se aproxima, verifica que é muito modesto na presença e na pessoa. É o mais belo homem que se possa imaginar, muito semelhante a sua mãe, a qual é de uma rara beleza, não se tendo jamais visto, por estas partes, uma donzela tão bela.
De letras, faz-se admirar de toda a Cidade de Jerusalém; ele sabe todas as ciências e nunca estudou nada. Ele caminha descalço e sem coisa alguma na cabeça. Muitos se riem, vendo-o assim, porém em sua presença, falando com ele, tremem e admiram. 
Dizem que um tal homem nunca fora ouvido por estas partes. Em verdade, segundo me dizem os hebreus não se ouviram, jamais, tais conselhos de grande doutrina, como ensina este Jesus; muitos judeus o têm como Divino e muitos me querelam, afirmando que é contra a lei de tua Majestade.
Diz-se que este Jesus nunca fez mal a quem quer que seja, mas, ao contrário, aqueles que o conhecem e com ele têm praticado, afirmam ter dele recebido grandes benefícios e saúde.
Públio Lêntulus
(Uma das encarnações de Emmanuel)


JESUS FORA CRIADO COMO TODOS NÓS SIMPLES ...
 Jesus é o espírito mais perfeito que encarnou na Terra. Não precisa aprender mais nada. Possui todas as virtudes.Que ainda temos que aprender. Simplicidade, generosidade, calma, fé, humildade, perdão, respeito, tolerância.
Antes de ser perfeito, Jesus foi criado por Deus, assim como todos nós, simples e ignorante sem nada saber. Foi evoluindo lentamente até se tornar luz. (Perfeito - Puro)
E um dia seremos assim.

JESUS NÃO É DEUS!
(Encontramos essa dúvida na cabeçinha das crianças. Quando perguntamos quem criou  p. ex: "... o mar " elas responde ... foi Jesus ! )
 
Jesus não é Deus Ele  é nosso irmão, filho do mesmo Pai. que é DEUS.
Ele disse:- “Eu vou a meu Pai e a Vosso Pai, a meu Deus e a vosso Deus”.

Jesus é o nosso Governador Espiritual.
A MISSÃO DE JESUS.
Jesus  recebeu de Deus a missão de ser Governador Espiritual do Planeta Terra. Assumindo assim o compromisso de Amor em ajudar a humanidade inteira, acelerando o ritmo da evolução Espiritual. Respeitando Lei de Deus nosso Pai. Quem sabe mais, ajuda a quem está aprendendo.( Lei da Sociedade).

A Sua encarnação  foi completada com sucesso, graças ao seu grande Amor a sua fé ardente. Não recebeu privilégio algum de Deus por ser um espírito perfeito.Viveu como todos os homens.

POR QUE JESUS VIVEU SOMENTE ATÉ OS 33 ANOS?

Jesus nada escreveu sobre sua vida e hoje sabemos algumas coisas graças as narrativas de quatro evangelistas :  Paulo, Pedro, Tiago,João. Encontramos esses relatos na Biblia.
Apartir do momento que  o Planeta Terra recebeu o Anjo Jesus nunca mais foi o mesmo ! Jesus  com sua vibração de Amor, envolveu a tudo e a todos.
Nunca nenhum ser humano poderá dizer que não sabe como resolver seus problemas; porque Jesus ensinou praticando como deveriamos ser. Como deveríamos viver a vida.
A verdade é simples porisso suas parábolas são atuais. E eternas.

                                                       ATIVIDADE II

A ESCOLHA DE SUA GENITORA.
Maria Mãe de Jesus
JESUS por ser um espírito muito evoluído precisou de providências incomuns por parte da  Administração Sideral para sua encarnação na Terra.  Porisso a escolha de quem seria sua mães foi muito criteriosa.
Os mestres siderais escolheram o espírito de Maria para ser a mãe de Jesus porque se tratava de um espírito de absoluta humildade, grande ternura e resgnado, que não iria interferir na missão de Jesus.
Amorosa e pasciênte antes de Maria baixar à Terra, fora combinado que as inspirações e orientações na infância de Jesus seriam exercidas diretamente do Mundo Invisível pelos seus próprios Anjos Tutelares.
Maria era todo coração um cujo sentimento se desenvolvera até a plenitude angélica.

MARIA RECEBEU INTUIÇÕES SOBRE A ANGELITUDE DE SEU FILHO JESUS.
Graças à natureza mediúnica, Maria recebeu inúmeros avisos e advertências de seu Guia Espiritual, nas vésperas de se casar e antes do nascimento de Jesus,o qual insistia em informá-la da estirpe angélica de seu filho. Mas em face de suas numerosas obrigações diárias junto a família ela esqueceu, pouco a pouco, as mensagens mediúnicas que lhe foram transmitidas.
Mais tarde em alguns raros momentos, sentia-se dominada por essa reminiscência, quando uma vez ou outra parava para pensar quanto a natureza incomum de seu filho. 

INFÂNCIA DE JESUS

A BELEZA FÍSICA DO MENINO JESUS
Era um menino encantador, de olhos claros, doces e aveludados, como duas jóias preciosas e de um azul-esverdeado.
Vestia-se pobremente, como os demais meninos dos subúrbios de Nazaré. 
O menino Jesus tinha os cabelos de um loiro-ruivo, quase fogo; eram soltos, com leves cachos nas pontas e flutuavam ao vento.
... embora fosse criatura merecedora de todos os mimos do Mundo, nem por isso a maldade humana deixava de atingir o menino Jesus.
Seu porte atraente, a sua beleza Angélica, a sabedoria prematura e a meiguice invulgar, tornavam-no um alvo para a concentração de fluidos de ciúme, de inveja e sarcasmo. Enfrentou desde cedo a maldade, a má-fé, a malícia e a hipocrisia humanas. "O que é natural às almas sublimes exiladas no plano retemperador dos Mundos materiais.

A PERSONALIDADE DO MENIMO JESUS. 
Era um menino que jamais guardava ressentimentos de alguém, mostrando-se absolutamente imune às ofensas e aos insultos alheios. Imparcial e sincero em suas amizades, ele não diferenciava nenhum companheiro, não traía, não intrigava, não zombava nem humilhava. 
Ninguém o viu usar qualquer meio para ferir um passáro ... inseto ....
Jesus era um Anjo !

OS ESTUDOS DO MENINO JESUS.
As possibilidades da família só permitiram a Jesus fazer singelo curso de alfabetização. Deixou de estudar assim que aprendeu a ler.

JOSÉ O CARPINTEIRO E JESUS SEU FILHO. 
Jesus herdara o porte de José e a beleza de Maria.
José era um homem serviçal, reservado e conhecido pela sua retidão, firmeza de carater a ação moral. Muito atencioso para com a família, embora severo, jamais aceitava qualquer compromisso profissional caso ainda tivesse alguma dúvida em poder cumpri-lo. 
Enérgico, sóbrio, religioso mas sem o excitamento fanático ou exagero místico, manifestava profundo respeito para com os preceitos e regras sagradas.
Era também um terapeuta externo da coletividade dos Êssenios, pois atendia os necessitados através de um curandeirismo à base de passes fluídicos e irradiações magnéticas, cujo trabalho desprovido de qualquer interesse mercenário foi objeto da atenção de Jesus.
As virtudes de José influiram bastante na educação de Jesus. José ajudou-o a desenvolver suas forças Espirituais para saber inunizar-se contra as manhas do Mundo material.
 
NOSSO MESTRE JESUS.
Jesus nada escreveu sobre sua vida e hoje sabemos algumas coisas graças as narrativas de quatro evangelistas :  Paulo, Pedro, Tiago,João. Encontramos esses relatos na Biblia.
Apartir do momento que  o Planeta Terra recebeu o Anjo Jesus nunca mais foi o mesmo ! Jesus  com sua vibração de Amor, envolveu a tudo e a todos.
Nunca nenhum ser humano poderá dizer que não sabe como resolver seus problemas; porque Jesus ensinou praticando como deveriamos ser. Como deveríamos viver a vida.
A verdade é simples porisso suas parábolas são atuais. E eternas.

O BATISMO DE JESUS

Quando Jesus se aproximou de João Batista, que, com os joelhos encobertos pela água do Rio Jordão, mais uma vez falava do Messias, ao olharem-se um ao outro, uma força poderosa instalou-se sobre todos os circunstantes. Jesus então aproximou-Se de João Batista, e este ajoelhou-se aos pés do cordeiro do Cristo. Mansamente Ele o levantou e agachou-Se sinalizando para que João O batizasse.
Nesse instante único, vibraram intensamente sobre Jesus, no centro do Seu chacra coronário.Foi preciso que o Messias fosse "iniciado" por um mestre do amor na Terra, para que se completasse Sua união com o Pai, e ambos fossem um. Esse é um dos quadros históricos mais expressivos e simbólicos.  



JOÃO, O EVANGELISTA RELATA SEUS SENTIMENTOS EM VIVER APÓS O DESENCARNE DE JESUS.
João Evangelista.
Com a Sua partida, chegou a luta, a treva, a prova.
Novamente vi-me a braços com a rudeza e a tristeza.
Apagara-se a luz que fazia a treva inexistente a meus olhos e sentia o dever de acender a pequena chama da minha fé para não me deixar ficar à margem da estrada.
Forças novas surgiram em mim ... Sentia-me caminhar com menos dificuldade ... Meu olhar que a té Sua chegada vivera a fitar a distância em expectativa, voltava-se agora para o caminho, a identificar a paisagem na qual era preciso continuar a agir. Pus-me de pé e recomeçei nas bases novas de quem se sente inteiramente transformado. Chegara o momento do testemunho e seria fiel. Em minha profunda confiança no futuro, conseguia haurir as energias que me permitiriam cumprir Sua vontade, embora não desfrutasse mais de Seu convívio reconfortante.
Amei, vivi, sofri, sempre iluminado pelo desejo ardente de revê-lo. Não conservava mais os olhos fitos em um ponto incerto do caminho, mas sabia o que pro curava. Tudo que passara não importava. Era preciso caminhar, porque mais adiante. O encontraria ...


O OLHAR DE JESUS

Jesus é a fortaleza, a vibração do Cristo Cósmico na Terra, a doação do amor incondicional, fraterno e perene, o profundo conhecedor da alma humana, o ser abençoado de luz que irradia o equilíbrio perfeito entre o princípio do masculino e do feminino.

Seu olhar sereno e profundo, irradiando amor e compaixão, Lhe permite penetrar o íntimo de cada um e não julgar, apenas amar e curar, não somente as enfermidades físicas, mas as da alma. Seus braços permanecem abertos em nossa direção e Seu Evangelho nos ensina estas máximas:

     "Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo", pois não podemos amar a Deus, sem antes nos amarmos e, por conseguinte, amarmos nossos semelhantes. Se não existe amor dentro de nós, se não aceitamos nossas virtudes e defeitos, não podemos amar nossos semelhantes.
     "Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim". Jesus nos mostra o caminho da simplicidade e do amor fraterno, do desapego e do perdão. A confiança na Providência Divina nos ajuda a difundir o Evangelho - caminho que leva a Deus, à verdade que liberta e que nos faz deixar de sofrer. Tudo o que pode deixar de existir amanhã não é verdade para nós, pois o que continua com a vida são os afetos, as alegrias, os sentimentos que carregamos em nosso interior. Devemos valorizar a nossa vida, buscando a verdade interior, o caminho para a felicidade.
     "A minha paz vos dou, mas não como o mundo a dá". Todos deixaremos o teatro da vida terrena para encontrar a paz verdadeira na vida espiritual. A paz do mestre está nos valores morais, na conduta da vida em harmonia com as leis de Deus, na paciência para com as nossas imperfeições - pois temos de vencer a nós mesmos -, e no despertar da consciência na escalada da evolução, que nunca cessa. Cada mudança interior para melhor reflete-se na convivência com o próximo. Quem ama sempre vai estar acompanhado, porque o amor encontra ressonância em outros corações. Amar é doar-se para a vida, em favor do bem.

PRECES A JESUS  

AÇÃO DE GRAÇAS AO MENINO JESUS

Jesus, Senhor e Mestre, que dirigis o movimento de espiritualização que se opera no mundo todo, tende vossas vistas voltadas sobre todos os que imploram a vossa assistência; influi para que os Mensageiros de Deus e com especialidade a plêuade que contitui o Espírito de Verdade, o Espírito Consolador, orienta-nos no Caminho do Bem, e nos proporcionem alívio nos sofrimentos e consolação nas nossas aflições; que eles sejam para nós um arrimo; um aparo, e nos defendam de todo o mal.
Senhor, protejei aqueles que desejarem se inicar na vossa doutrina e daó-lhes a luz do entendimente para a boa compreensão da vossa palavra. Que a vossa Paz seja sobre nós. Amem
                                                         
Jesus.

Jesus, vela por nós para que guardemos a unidade de espírito, cerca-nos com a tua proteção e que ela se constitua muralha intransponível aos elementos adversos.
Pedimos que solicite a divina misericórdia para todos os Espíritos que sofrem, tanto encarnados como desencarnados, que se acham em nosso derredor. Tira-lhes o desânimo, dá-lhes coragem, fé e esperanças num futuro melhor, cerca-os dos Bons Espíritos, teus Prepostos, perdoa-lhes as faltas e anima-os a prosseguirem no bom caminho, a cultivarem o perdão, o auxílio ao próximo.
Jesus, que as tua bênçãos desçam sobre nós.

Que assim Seja.
 
HISTORINHAS DE JESUS.

Pai Nosso -  Canta Padre Marcelo Rossi.

CONHEÇA RAMATIS


 Bibliografia :
52 lições de catecismo espírita de Eliseu Rigonatti
http://vishina.tripod.com/index.html
http://www.gotquestions.org 
www.segundoasescrituras.com
O sublime pereguino de Ramatis- psicografado - Hercílio Maes
Mensagens do Grande Coração - psicografado -  Amélia Paoliello Marque  e Wanda Baptista Pereira Jimenez
 Por Elaine Saes

4 comentários:

  1. Estou gostando muito de visitar este blog, principalmente por que há muitas questões cujas respostas busco. Visitarei outras vezes com certeza.

    ResponderExcluir
  2. Litarcia, seja sempre bem vinda! Fiquei muito feliz com seu comentário, porque esse é o compromisso deste blog.

    Com carinho,
    Elaine Saes

    ResponderExcluir
  3. Lindo blog, quero escrever um artigo com uma historia ficticia para crianças com ensinamento moral cristão espirita e tenho pesquisado a simplicidade com que se dirigem as crianças. AMEI O BLOG. Continue este lindo trabalho.

    ResponderExcluir
  4. ótima aula. PARABÉNS

    ResponderExcluir

Obrigada por sua mensagem. Será publicada após aprovação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...