Aguardando seu contato

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Reencontros... (estudo causa e efeito)

Causa e Efeito


O corpo procede do corpo, o espírito tem procedência indeterminada, é como disse Jesus: "O espírito é como o vento sopra onde quer, e ouves a sua voz; mas não sabes de onde vem, nem para onde vai..." João 3 - 8.

Poucas criaturas percebem um acontecimento que parece fortuito, porém, obedece à uma lei superior. São os reencontros programados no mundo espiritual, antes mesmo dos envolvidos reencarnarem.
Desses reencontros surgem os casamentos, famílias, sociedades, instituições, empresas e etc.
Dessa programação, consolidam-se os grupos homogéneos ou heterogéneos que ocorrem de forma aparentemente espontânea; nos lares, no campo profissional, nas escolas, nas agremiações de fé e em todos os setores da convivência social.
O lar é sem dúvida o ambiente mais propício para o reencontro de espíritos afins, ou com necessidades de regastes entre si.
Nesse processo evolutivo não há obstáculos que possam impedir que muitas vezes nos parecem intransponíveis.
Um homem nasce em um determinado país e, por forças de circuntâncias diversas, se vê obrigado a imigrar para outro país distante, aí, conhece uma mulher e casa-se com ela. Para muitos que ainda não conhecem as leis da reencarnação, pode parecer obra do acaso. Porém, basta analisar os fatos que ocorreram até culminar com o encontro dos dois, para se perceber que tudo obedeceu a um plano inteligente e sutil, onde a Providência Divina atuou, moldando as circuntâncias qual à primeira vista, pareceram fortuitas.
acreditar no acaso seria a negação de Deus. Segundo as leis de Causa e Efeito, hoje temos o pai, a mãe, os filhos, os vizinhos, os sócios, os amigos e até os adversários que merecemos e necessitamos, todos atraídos para junto de nós por um infalível processo evolutivo.
Esses reencontros estão inseridos na nossa programação de vida no plano físico. Entretanto, o que acontece após a consolidação desses reencontros, dependerá do nosso comportamento. Poderemos tirar o devido aproveitamento marcando um avanço na nossa evolução espiritual, ou fracassarmos repudiando as oportunidades de convivência, com aqueles que poderiam se transformar no decorrer das experiências em conjunto, em um fator muito importante para o nosso crescimento. Saibamos aproveitar as oportunidades que a vida nos oferece, sem esquecermos que é na convivência com o nosso próximo, que construiremos a ponte para alcançarmos a nossa felicidade.

Fonte: Pedaços de Estrelas - Nelson Moraes

2 comentários:

  1. Agradeço pela publicação desse trabalho lindo!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela manifestação! Esse é o objetivo deste blog, semear...
    Seja sempre bem vinda OFICINA DAS LETRAS.
    Com Carinho
    Elaine Saes.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua mensagem. Será publicada após aprovação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...