Quando você ensina, transmite. Quando você educa, disciplina. Mas quando evangeliza, salva. A. R.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Evangelho no Lar




"O primeiro culto do Evangelho no Lar foi realizado pelo próprio Jesus, na casa de Simão Pedro, conforme nos relata o espírito de Neio Lúcio, no livro Jesus no Lar."

PRINCIPAIS FINALIDADES DO EVANGELHO NO LAR


1º - Estudar o Evangelho à Luz da Doutrina Espirita, a qual possibilita compreendê-lo em "espírito e verdade", facilitando, assim,  nossas vidas segunda a vontade do Mestre.


2º - Criar em todos os lares o hábito salutar de reuniões evangélicas, para que despertem e acentuem o sentimento que deve existir em cada criatura.


3º - Pelo momento de paz e de compreensão que o Evangelho no Lar oferece, unir mais as criaturas, proporcionando-lhes uma vivência mais tranquila.


4º - Tornar o Evangelho melhor compreendido, sentido e exemplificado, no lar e em todos os ambientes.


5º - Higienizar o lar pelos nossos pensamentos e sentimentos elevados permitindo assim, mais fácil influência dos Mensageiros do Bem.


6º - Ampliar o conhecimento literal e espiritual do Evangelho para oferecê-lo com maior segurança a outras criaturas.


7º - Facilitar no lar e fora dele o amparo necessário para enfrentar as dificuldades materiais e espirituais, mantendo, operantes, os princípios da oração e da vigilância...


8º - Elevar o padrão vibratório dos componentes do lar, a fim de que ajudem, com mais eficiência, o Plano Espiritual na obtenção de um mundo melhor.


ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE " O EVANGELHO NO LAR "

Escolher um dia e uma hora por semana e convidar todos da família, senão puderem ou não quiserem participar, faremos sozinhos, só fisicamente, na certeza de que Jesus se fará presente através de seus mensageiros.


1º - Início da reunião: Prece simples e espontânea


2º - Leitura de O Evangelho Segundo o Espiritismo: Começar desde o Prefácio, lendo um item ou dois sempre em sequência. Se houver crianças ou adolescentes, ver (Sugestões) no final do roteiro.


3º - Comentários sobre o texto lido: Devem ser breves, com participação de todos os presentes.


4º - Vibrações:


   1. Vibrar pela fraternidade, paz e equilíbrio a toda a humanidade;


   2. Vibrar pelos governantes e os que trabalham na elaboração das leis;


   3. Vibrar pela implantação e vivência do Evangelho em todos os lares;


   4. Vibrar para o nosso lar, mentalizando paz, harmonia e saúde e muita luz. Disse Jesus: "Vós sois Luzes"


   5. Pedidos: Mestre Jesus, abençoe nossa família e dá-nos o entendimento e o espírito de compreensão e cooperação; aumente o amor em nossos corações (Até aqui em voz audível)


   6. Segundos de silêncio: Em pensamento e coração vamos conversar com Jesus, cada um de nós tem pedido a Te fazer, a fim de receber a orientação necessária e amorosa que é a iluminação do Cristo em nós (Depois em voz normal)


5º - Prece de encerramento: prece simples e espontânea. Para maiores detalhes, consultar os livros "Evangelho no Lar à Luz do Espiritismo" e "Experiências à Luz do Evangelho no Lar".




SUGESTÕES


1º - Recomenda-se, depois do estudo de "O Evangelho Segundo o Espiritismo", a leitura de livros de autores idôneos que forneçam subsídios para os comentários evangélicos.


2º - Fazer vibrações especiais para casos concretos que preocupem os presentes e a sociedade.


3º - Embora a assistência do Plano Espiritual seja indispensável para o andamento normal do Evangelho no Lar, acautelar-se para não transformar a reunião em trabalho mediúnico. Mediunidade e a Assistência Espiritual devem, sempre que possível, ser praticadas em Centros Espíritas.


4º - Evitar comentários de desdouro às religiões e às pessoas, inclusive, as conversações menos edificantes.


5º - Não suspender a prática do "Evangelho no Lar" em virtude de visitas, passeios adiáveis ou acontecimentos fúteis.


6º - A duração da reunião deverá ser de trinta minutos, aproximadamente.


7º ) Quanto às crianças, os pais Cristãos devem permitir e incentivar os seus filhos a participarem da reunião para que eles possam iniciar com segurança a nova experiência física. Permitir que eles façam comentários, perguntas e colaborem nas preces. Deve ser acrescentado livros de história infantil, despertando neles o interesse e o gosto pelo ensino de Jesus. Lembremos: "Deixai vir a mim as criancinhas e não as impeçais..." (Jesus – Marcos, 10:14)  José Antenor Gomes Filho




Evangelho no Lar
E por que? Por que uma simples leitura pode fazer tanta diferença para um tratamento? Para uma família em crise? Para ajudar nos casos de obsessão? Depressão?


Não existem milagres nos caminhos traçados por Deus, basta-nos aprofundar nos acontecimentos e tentar entendê-los sob a ótica espiritual para que tudo fique claro.


Quando um irmão enfermo realiza um tratamento de cura em uma casa espírita, de umbanda ou qualquer outro grupo de CARIDADE, ele recebe doses de energias sutis, que são absorvidas aos poucos pelo seu corpo físico. A cura então só se dá de forma lenta e gradual. Para que esse quantum de energia seja assimilado pela contraparte física são necessárias receptividade e modificação do paciente, e é por esse motivo que alguns são curados, enquanto outros reclamam que o efeito não foi como o esperado.


Os espíritos do senhor, médicos e instrutores espirituais, continuam o tratamento na casa do paciente, geralmente durante o sono físico. Contudo, para que eles possam visitar o enfermo e auxiliá-lo, é necessário que encontrem sua casa com a higiene espiritual adequada.


Assim como o médico não pode realizar uma cirurgia em cima de uma mesa de restaurante , os espíritos também não podem fazer milagres em uma casa empestada de energias negativas, onde imperam o egoísmo , a vaidade e as discussões.


O evangelho no lar serve então como chama de luz que ajuda na limpeza energética da casa, reunindo a família para um debate saudável e amigo sobre o código moral que deve ser seguido pelo espírito que deseja encontrar a paz.


Quando os familiares se reúnem para estudar o evangelho, se aproximam deles os guias, protetores, parentes desencarnados, mentores da família e outros espíritos que vibram pelo crescimento espiritual de todos que possuem laços de amor com aquele grupo.


Lembre-se que a reunião de estudo do evangelho não é reunião mediúnica


Também devem ser evitadas conversas pessoais e sem objetivo, anedotas, criticas entre os participantes, ataques a outras religiões ou grupos que seguem uma filosofia diferente da adotada pelos participantes.


O TEOR VIBRATÓRIO da reunião deve ser de união, paz e amor!


Como um clarão de luz, a reunião se torna um ponto de encontro para a família encarnada e desencarnada, onde então é criado um clima propício para ajuda espiritual.


Nesse momento os irmãos do espaço levam intuições para os familiares, energias positivas para os participantes e também conversam com os obsessores que se encontram ligados a algum participante ou de passagem pela casa.


Como a misericórdia do senhor é infinita! Uma simples reunião e logo os amigos do espaço se voltam para ajudar uma família em crise ou um irmão enfermo.


Mas para que o evangelho no lar se torne um alento para os familiares é necessário disciplina, amor e vontade. A reunião deve ser sempre realizada no mesmo horário, no mesmo dia da semana e ter mais ou menos a mesma duração.


A reunião sempre deve ser iniciada com uma oração. Depois, leia as passagens do evangelho (na ordem ou ao acaso), conversando e debatendo sobre os pontos mais importantes. Tentem mergulhar nos mais belos ensinamentos vividos pelo cordeiro de DEUS.


Ao término, deve ser feita uma prece de agradecimento. Aconselhamos que uma garrafa de água seja levada para o local da reunião e que na prece de fechamento seja solicitada a bênção da água, que depois será bebida por todos. (fluidoterapia).


Por que deve ser realizado no mesmo dia e hora? Por que tantas regras?


Os amigos do espaço não são empregados e por isso precisam se organizar para levar o auxílio para os seus queridos amigos. Devemos MUDAR nosso pensamento de que ELES têm a OBRIGAÇÃO de nos ajudar, já que decidimos realizar a reunião.


Assim Como não estamos disponíveis para ajudar os que estão necessitados durante o trabalho , pois precisamos nos dedicar para garantir o nosso sustento, os espíritos também cumprem suas obrigações no plano espiritual.


No início, quando se está consolidando um grupo ou reunião, podem surgir algumas dificuldades, no entanto, temos que acreditar, ter fé. Muitas vezes os espíritos obsessores estão atuando para dificultar a realização da reunião.


E o que fazer então? "Orar e Vigiar", acreditar que se você está fazendo o certo então o Pai te ajudará.


O evangelho utilizado: "O evangelho segundo o Espiritismo". Se algum participante não se sentir a vontade com o espiritismo, então utilize as passagens do novo testamento da Bíblia.


Não existe religião nos ensinamentos do Cristo Jesus, não existe segregação ou partilha nas mensagens do divino Mestre, Ele não tinha preferências, nós é que a possuímos. Escolha então a obra que mais se afine com o grupo em questão.


Outra excelente opção de estudo são os oito volumes da obra A sabedoria do Evangelho, de Carlos Torres Pastorino (o livro não é mais editado, mas pode ser baixado no seguinte link http://www.espirito.org.br/portal/download/pdf/index.html ou em http://www.panorama espírita.com.br).


Muitos irmãos vão argumentar:"Mas na minha casa somente eu desejo realizar a reunião, o que faço então?"


É simples: faça a reunião sozinho, seguindo a disciplina do horário e dia da semana. Você verá que depois de algum tempo os outros familiares se interessarão por participar da reunião. As palavras do Cristo são verdades imutáveis, são o alimento necessário para que nós, viajantes na carne, possamos terminar sem falhas a nossa maravilhosa jornada de aprendizado.


Ninguém está desamparado nesse lindo planeta de Deus, ninguém! Do ladrão ao trabalhador, do homem violento ao sábio, do déspota ao santo, do pobre ao rico, do espírita ao budista, todos somos ovelhas de um Pastor que é puro amor, contudo, Ele não pode se chegar a nós se vivemos fugindo Dele.


Se a ovelha é arredia, afasta-se do rebanho e se embrenha em lugares perigosos, fica longe dos olhos tenros do divino pastor, que tudo faz para salvá-la ... Tudo que está ao seu alcance.


O mundo não é dor, o mundo não é só sofrimento. O evangelho no lar e suas palavras amorosas de carinho e esperança devem ser interpretadas pela família terrena, retirando de lá o roteiro seguro para se chegar à angelitude.


Ele veio, mostrou o que deveria ser feito e se tornou o caminho, a verdade e a vida.


Façam a reunião uma vez por semana, mas não para conseguir bens materiais, ou curas milagrosas, e sim para ganharem a paz, o amor e a solidariedade entre os que moram na mesma residência e até fora dela. Obtenham então os tesouros da vida maior, aqueles que não poderão ser tomados e que serão o escudo e a espada contra as adversidades da vida terrena.


Jesus Cristo nos deixou sua paz, seu amor, de forma única!


Que hoje possamos sentir o Seu amor, de forma mais intensa do que nunca, porque Ele ama a todos, mesmo os que os que deixaram de acreditar NELE.


Ele não nos chama para ser apóstolos e largar tudo em favor do evangelho, somente nos solicita um espaço para que ouça Suas palavras, sentindo então Seu infinito amor.


Quando tiverem se modificado, transformado o ambiente da sua casa pelos divinos ensinamentos, multipliquem as bênçãos levando aos corações abandonados da fé o caminho do reencontro com o Cristo. Não guardem silêncio sobre o caminho, porque ele veio aqui para que todos conhecessem o seu nome, mostrando então o caminho do puro amor para se libertar dos sofrimentos e das dores do mundo.


Aqui fecho esse humilde artigo, orando para que todos consigam viver de forma ascendente os ensinamentos do cordeiro, porque até hoje o seu amor suaviza as dores do mundo.


Paz, Amor e Solidariedade para todos.
por Gustavo Martins


CULTO CRISTÃO NO LAR
O culto do Evangelho no lar não é uma inovação. É ma necessidade em toda parte, onde o Cristianismo lança raízes de aperfeiçoamento e sublimação.
A Boa Nova seguiu da manjedoura para as praças públicas e avançou da casa humilde de Simão Pedro para a glorificação no Pentecostes.
A palavra do Senhor soou, primeiramente sob o teto simples de Nazaré e, certo, se fará ouvir, de novo, por nosso intermédio, antes de tudo, no círculo dos nossos familiares e afeiçoados, com os quais devemos atender às obrigações que nos competem no tempo. Quando o ensinamento do Mestre vibra entre quatro paredes de um templo doméstico, os pequeninos sacrifícios tecem a felicidade comum.
A observação impensada é ouvida sem revolta.
A calúnia é isolada no algodão do silêncio.
A enfermidade é recebida com calma.
O erro alheio obtém compaixão.
A maldade não encontra brechas para insinuar-se.
E aí, dentro desse paraíso que alguns já estão edificando, a benefício deles e dos outros, o estímulo é cântico de solidariedade incessante, a bondade é uma fonte inexaurível de paz e entendimento, a gentileza é a inspiração de todas as horas, o sorriso é a senha de cada um e a palavra permanece revestida de luz, vinculada ao amor que o Amigo Celeste nos legou.
Somente depois da experiência evangélica do lar, o coração está realmente habilitado para distribuir o pão divino da Boa Nova, junto da multidão, embora devamos o esclarecimento amigo e o conselho santificante aos companheiros da romagem humana, em todas a circunstâncias.
Não olvidemos, assim, os impositivos da aplicação com o Cristo, no santuário familiar, onde nos cabe o exemplo de paciência, compreensão, fraternidade, serviço, fé e bom ânimo, sob o reinado legítimo do amor, porque estudando a Palavra do Céu em quatro Evangelhos, que constituem o Testamento da Luz, somos cada um de nós, o quinto Evangelho inacabado, mas vivo e atuante, que estamos escrevendo como próprios testemunhos, a fim de que a nossa vida seja uma revelação de Jesus, aberta ao olhar e à apreciação de todos, sem necessidade de utilizarmos muitas palavras na advertência ou na pregação.
Emmnauel -Francisco Cândido Xavier


DECÁLOGO PARA ESTUDOS EVANGÉLICOS
1. Peça a inspiração divina e escolha o tema evangélico destinado aos estudos e comentários da noite.
2. Não fuja ao espírito do texto lido.
3. Fale com naturalidade.
4. Não critique, a fim de que a sua palavra possa construir para o bem.
5. Não pronuncie palavras reprováveis ou inoportunas, suscetíveis de criar imagens mentais de tristezas, ironia, revolta ou desconfiança.
6. Não faça leitura, em voz alta, além de cinco minutos, para não cansar aos ouvintes.
7. Converse ajudando aos companheiros, usando caridade e compreensão.
8. Não faça comparações, a fim de que seu verbo não venha a ferir alguém.
9. Guarde tolerância e ponderação.
10. Não retenha indefinidamente a palavra; outros companheiros precisam falar na sementeira do bem.
André Luiz – F.C.X.
 
"Quando no lar são levantada paredes espirituais com substâncias sublimes do amor, dedicação e ligação com Jesus, isolando o lar da atmosfera miasmática da crosta, somente entram, nesse ambiente, Espíritos autorizados, mesmo assim, aqueles que o guardam, terão de abrir a porta"André Luiz - livro Os mensageiros

Leia também



Bibliografia 
Grupo PAS
Reprodução do modelo da FEESP
CEI/São Paulo, fev/2002

6 comentários:

  1. Parabéns!!!
    Mais um espaço para nós evangelizadores.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Muito bom mãe...o blog está lindo

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Alice! Seja sempre bem vinda.

    ResponderExcluir
  4. Filha Fico feliz que tenha gostado!
    Um beijo grande da mamãe Elaine kkk...

    ResponderExcluir
  5. Vou começar mês que vem com a evangelização para crianças no Centro Espírita Luz e Fraternidade, aqui onde moro, Santa Rita da Floresta.
    Fiquei muito feliz em encontrar este espaço, pois nunca dei aula de evangelização, e com a leitura de alguns estudos, já estou me sentindo preparada, embora eu saiba que ainda tenho muito que aprender.
    Seu espaço é maravilhoso!!!
    Um abraço e fique com a paz de Jesus!
    Danielle

    ResponderExcluir
  6. Querida Danielle a evangelização é apaixonante! fiquei feliz que tenha encontrado esse espaço e que tenha gostado.Esteja a vontade para tudo o que precisar.
    com carinho
    Elaine Saes

    ResponderExcluir

Obrigada por sua mensagem. Será publicada após aprovação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...